• Equipe Amplus

As melhores maneiras de promover o bem-estar no trabalho na sua empresa



Você sabe qual é a relação entre o bem-estar no trabalho e o desempenho da sua equipe?

A performance dos colaboradores da sua empresa é diretamente influenciada pela maneira como eles se sentem no local de trabalho. Então, quanto mais felizes, saudáveis e motivados eles estão, mais eles se empenham em conquistar bons resultados.

Em contrapartida, quando você não investe na qualidade de vida dos profissionais, eles têm menos produtividade, além de apresentarem uma propensão a desenvolver doenças ocupacionais.

E tem mais: empresas que não se preocupam com o bem-estar no trabalho tendem a ter um alto índice de absenteísmo, afastamentos por doença e rotatividade.

Para não correr esse risco, o melhor a fazer é cuidar da saúde e conforto da sua equipe. Veja agora 7 maneiras de promover o bem-estar na sua empresa!

7 formas eficazes de promover o bem-estar no trabalho

1. Realize pesquisas internas de satisfação

Você sabe quais são as necessidades básicas dos colaboradores da sua empresa? Sabe o que interfere na satisfação profissional deles?

Até os profissionais mais aplicados podem estar insatisfeitos com seus trabalhos. Na maioria das vezes, isso acontece porque os gestores não escutam suas demandas. Consequentemente, o profissional não expõe suas opiniões por medo de perder o emprego.

Para evitar constrangimentos ou descontentamentos, trabalhe com pesquisas de satisfação. Procure saber o que motiva a sua equipe, o que eles buscam em um trabalho, quais as expectativas, ideias, sugestões e críticas deles. Isso pode trazer muitos insights positivos para você trabalhar o bem-estar no trabalho.

2. Instaure uma cultura de feedbacks

Além das pesquisas internas, os feedbacks também são uma ferramenta indispensável para estreitar os objetivos da empresa e das equipes. O feedback precisa ser bilateral: ou seja, partir tanto dos gestores quanto dos trabalhadores.

Por parte da empresa, dar um feedback para o colaborador é importante para que ele reconheça seus pontos fortes e os pontos de melhoria. Isso o motiva a continuar evoluindo e aperfeiçoando suas habilidades.

Já quando o feedback vem da equipe, ele permite que a empresa entenda o que precisa melhorar para o crescimento empresarial e coletivo.

3. Crie planos de carreira

Todo trabalhador, não importa o setor ou área em que atua, possui sonhos e objetivos pessoais e profissionais. A partir do momento em que um profissional entra na sua empresa, você precisa alinhar as ambições dele aos objetivos da empresa. Por isso, a criação de um bom plano de carreira é indispensável.

Afinal, ninguém quer ficar estagnado no mesmo cargo para sempre. A maioria dos colaboradores espera um aumento salarial, uma promoção interna e demais reconhecimentos. Tudo isso precisa ser estabelecido no plano de carreira, tanto para motivar a equipe quanto para que ela saiba que é valorizada.

4. Ofereça flexibilidade para os trabalhadores

Desde que a pandemia de Covid-19 afetou o país, as empresas tiveram de se adaptar ao trabalho remoto e aos horários flexíveis de trabalho. Para muitas pessoas, isso trouxe vantagens na produtividade e no alcance de resultados.

Isso porque existem pessoas que são mais produtivas de manhã, outras que produzem mais à tarde, outras que trabalham melhor em casa e assim vai. Quando um profissional tem a chance de escolher como se sente melhor para trabalhar, com certeza o seu desempenho aumenta.

Portanto, se for possível no seu negócio, atue com opções de home office, flexibilidade de horários, trabalho híbrido e outras opções.

5. Invista em ergonomia

Existem vários problemas ergonômicos no ambiente de trabalho que acabam com o bem-estar da sua equipe.

Exemplos disso são as máquinas sem segurança, as cadeiras desconfortáveis, a posição incorreta dos computadores e teclados, entre outras instalações incorretas. Você precisa eliminar esses problemas o quanto antes!

É por isso que a ergonomia é tão importante. Com uma Análise Ergonômica do Trabalho e um plano para otimizar as estações de trabalho, você irá promover o conforto e a qualidade de vida de todos da sua empresa.

6. Preze pela saúde mental dos colaboradores

A depressão, a ansiedade e a Síndrome de Burnout são algumas das principais causas de afastamento do trabalho. Apesar dessas doenças não terem um único motivo para se desenvolverem, elas podem ser desencadeadas pelo estresse e sobrecarga de trabalho.

Por isso, você precisa pensar no bem-estar mental dos colaboradores. Esse cuidado com a mente e o emocional deve ser uma constante no seu negócio, e não apenas em meses como o setembro amarelo.

As melhores maneiras de preservar a saúde mental dos profissionais sem invadir a privacidade deles são:

  • Promoção de palestras sobre as principais doenças que afetam a saúde psicológica;

  • Redução da sobrecarga de trabalho e das cobranças exacerbadas;

  • Incentivo dos trabalhos colaborativos para melhorar o clima organizacional;

  • Se possível, disponibilização de psicólogo para acompanhamento individual.

Lembre-se: os trabalhadores não são máquinas! Eles possuem sentimentos que devem ser respeitados para a boa qualidade de vida e bem-estar no trabalho.

7. Implemente programas de segurança do trabalho

Existem muitos programas de Saúde e Segurança do Trabalho que, além de serem benéficos para as empresas, também trazem vantagens para o bem-estar do trabalhador.

Alguns dos principais programas que toda empresa precisa ter são:

  • PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional), que foca na realização de exames e implementação de ações para a preservação da saúde dos colaboradores;

  • PGR (Programa de Gerenciamento de Riscos), que mapeia e identifica os riscos ocupacionais com o objetivo de reduzi-los no ambiente de trabalho e, por consequência, promover a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores;

  • PCA (Programa de Conservação Auditiva), cujo objetivo é eliminar riscos e proteger o colaborador de ruídos excessivos que podem causar a perda auditiva.

Além disso, existem os laudos técnicos e os atestados ocupacionais, que servem para monitorar a saúde dos trabalhadores. Eles também são essenciais para reduzir os riscos de doenças ocupacionais, como estresse, LER e DORT.

Não negligencie o bem-estar do seu time!

Independentemente das estratégias utilizadas pela sua empresa, elas precisam contemplar as ações de bem-estar ocupacional. Uma organização com trabalhadores saudáveis e satisfeitos tem mais chances de crescer e de se destacar no mercado.

Se precisar de ajuda para implementar alguma dessas dicas, conte com a Amplus Saúde. Estamos à disposição para elevar a qualidade de vida da sua empresa e dos seus colaboradores.


4 visualizações0 comentário