• Equipe Amplus

7 orientações indispensáveis para a retomada das atividades não essenciais



A retomada das atividades não essenciais é de grande importância para a economia e o emprego no país.


Com a chegada da pandemia de novo coronavírus no Brasil, muitas empresas suspenderam suas atividades, seguindo os decretos municipais que determinavam tal ação.


Agora, diversos estados e municípios já estão flexibilizando a quarentena, possibilitando a reabertura dos estabelecimentos não essenciais.


Para ajudar sua empresa a criar um plano de contingência na retomada das suas atividades, levantamos dicas essenciais que seguem os protocolos de saúde e segurança mundiais.


Acompanhe, no blog de hoje, 7 orientações e práticas ideais de saúde e segurança para a retomada segura das atividades de trabalho e comércio.


1 - Segurança dos colaboradores

A proteção individual do colaborador é primordial!


Garanta às suas equipes de trabalho uma proteção completa, incluindo distribuição de EPI, álcool em gel e produtos para higienização de mãos.


Reforce-os que o uso de máscaras deve ser permanente e que todos devem respeitar as etiquetas de higiene, como:


  • lavar as mãos com frequência;

  • cobrir o rosto ao tossir ou espirrar;

  • desinfetar as mãos ao tocar em objetos comuns, interruptores de luz, portas, maçanetas, teclados, telefones etc.


A Amplus Saúde preparou a Cartilha da Covid-19, com as principais recomendações de higiene para imprimir e disponibilizar no ambiente de trabalho.


Com ela, você incentiva a sua equipe a seguir tais medidas e trabalhar com toda a segurança necessária. Clique aqui para fazer o download

2 - Readequação do ambiente

É muito importante reestruturar o espaço interno para a retomada das atividades, garantindo que as pessoas possam manter uma distância segura entre si.


Assim, o ambiente de trabalho precisa estar devidamente ventilado, higienizado e sinalizado para que as medidas de prevenção sejam respeitadas.


Onde não for possível manter a distância mínima de dois metros, é recomendado o uso de barreira física (como placas de acrílico) ou protetor mais potente.


Deve-se modificar, também, o layout dos refeitórios, recepções e salas de descanso, reduzindo o número de mesas e cadeiras no local.


Para reforçar essa medidas, é importante colocar sinais indicativos, informando o número máximo de pessoas permitido no local.


3 - Planejamento de jornada

Para empresas que não têm como permanecer com o teletrabalho, se faz necessário estudar jornadas de trabalho alternadas.


Os estabelecimentos comerciais podem e devem funcionar com horários reduzidos para evitar que clientes e funcionários tenham acesso ao transporte coletivo em horário de fluxo.


No início da flexibilização, é indicado considerar jornadas de trabalho diferenciadas para cada equipe, além de alternar dias de comparecimento entre os funcionários.


O planejamento dessa jornada de trabalho deve respeitar os decretos municipais vigentes para evitar multas e penalidades trabalhistas.


4 - Protocolos de limpeza

Para manter o ambiente de trabalho devidamente higienizado na sua retomada, novos protocolos de limpeza devem ser implementados. Tais como:


  • o reforço da limpeza de locais mais expostos, como maçanetas de portas e gavetas, corrimões, telefones e bancadas;

  • a limpeza e desinfecção pré e pós-turno do ambiente ocupacional;

  • a vistoria da higienização e do descarte de equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas;

  • a periodicidade na limpeza do ar condicionado, mesmo quando não utilizado;

  • a criação de um protocolo de limpeza e higienização para o caso de um funcionário testar positivo ao vírus.


5 - Controle do fluxo de pessoas

No caso da sua empresa trabalhar com uma equipe numerosa, recomenda-se o uso do Termômetro Digital Infravermelho de Testa para medir a temperatura dos colaboradores.


Se faz essencial, no caso de visitas, o controle da entrada de pessoas, fixando um limite máximo de indivíduos no mesmo espaço.


Para as equipes maiores, o ideal é definir espaços de trabalho para cada grupo, evitando o contato entre eles e mapeando possíveis casos de contágio.


6 - Remodelar o atendimento ao público

Para priorizar a saúde de todos, é preciso disponibilizar dispensadores de álcool em gel em pontos estratégicos e evitar ao máximo o contato físico.


Produtos e utensílios para desinfecção dos sapatos na entrada do estabelecimento também podem ser disponibilizados.


Não promova, de maneira alguma, atividades que possam causar aglomerações ou levar os clientes a permanecerem por um longo tempo no estabelecimento.


Se possível, considere isolar áreas do estabelecimento exclusivamente para atender o público e reduzir as chances de contágio local.


7 - Adoção de programas de prevenção

Programas de Controle Médico de Saúde Ocupacional, como o PCMSO, são fundamentais para tornar o ambiente de trabalho mais seguro e eliminar os riscos à saúde das equipes.


Apesar do PCMSO ser um programa obrigatório, muitas empresas não o contratam, expondo seus colaboradores a riscos individuais e coletivos.


Com esse programa, a sua empresa cumpre todas as regras e leis trabalhistas em vigor, ficando livre de multas e protegendo os seus funcionários.


Antes de retomar suas atividades, busque apoio de uma empresa especializada na segurança e saúde do trabalho e garanta que o seu negócio está pronto para o combate ao vírus.


Conte com a Amplus Saúde para elevar a segurança da sua empresa e dos seus colaboradores durante a pandemia. Clique aqui e entre em contato.


Respeite as regras de distanciamento social, faça sempre o uso de máscara e preze pela saúde do próximo.


Neste momento de flexibilização, faça seu máximo para combater o vírus! E fale conosco para te ajudar. Juntos, somos mais fortes nessa batalha.


Informações:

Abit

Sebrae

©  2016 Amplus Saúde . Todos os direitos reservados . Criado por yoh Ideias

  • White Facebook Icon