• Equipe Amplus

Os principais riscos ergonômicos que você precisa evitar na sua empresa



Além dos riscos ambientais, químicos e biológicos, os riscos ergonômicos são grandes responsáveis pelo desenvolvimento de doenças ocupacionais.


Os riscos ergonômicos são todos os fatores do ambiente de trabalho que afetam a saúde física, cognitiva e emocional de um profissional. Esses fatores podem ser relacionados ao layout do ambiente, às acomodações, à iluminação e até à limpeza.


Conhecer tais fatores que desencadeiam os riscos é muito importante, principalmente para evitar o desenvolvimento de problemas na saúde do colaborador.


Então, no artigo de hoje, vamos te apresentar quais os principais riscos ergonômicos e como evitá-los na sua empresa.


Principais riscos ergonômicos que você precisa prevenir no ambiente de trabalho:


1 - Postura inadequada

Seja sentado na frente do computador ou operando um maquinário industrial, o colaborador precisa trabalhar com uma postura correta. Caso contrário, vai enfrentar dores, desconfortos e até mesmo limitações físicas a longo prazo.


Vale lembrar que a postura inadequada não afeta apenas a coluna, como também pulsos, ombros, pernas e todo o sistema osteomuscular, podendo desencadear o surgimento de LER/DORT.


Para eliminar esse risco, você precisa apostar no uso de cadeiras, mesas e apoios para os pés e mãos que sejam anatomicamente indicados para o conforto e saúde ambiente de trabalho.


2 - Trabalho repetitivo

Além da postura inadequada, o trabalho repetitivo também contribui para o surgimento de LER/DORT.


Se você não sabe, a LER é a sigla para Lesão por Esforço Repetitivo. Já DORT são os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho. Essas lesões são muito diagnosticadas em quem realiza trabalhos repetitivos envolvendo as mãos. Seus sinais são dores contínuas, fraqueza muscular e até inflamações.


Reduza esse risco na sua empresa incentivando a sua equipe a fazer pausas estratégicas para descanso e relaxamento muscular.


3 - Manuseio de cargas

Se a movimentação e o levantamento de cargas é feito de forma manual na sua empresa, é muito importante que você elimine os riscos ergonômicos.


Além de nunca permitir que eles levantem cargas mais pesadas do que a própria capacidade física, você também precisa cuidar da postura deles. Se não for possível investir no uso de empilhadeiras ou outras ferramentas que substituem o esforço humano, uma dica é fornecer cintas ergonômicas, que protegem a região lombar durante trabalhos pesados.


4 - Jornada de trabalho prolongada

Um dos principais riscos das longas jornadas de trabalho é o modo como elas afetam a mente do profissional. Além da fadiga, estresse e esgotamento mental, o trabalho excessivo também leva ao aumento dos riscos ergonômicos, que são potencializados pelas longas horas trabalhadas.


O ideal é criar uma rotina de trabalho em que os colaboradores não façam horas extras, impedindo que os colaboradores trabalhem de maneira excessiva ou que comprometam a qualidade dos resultados.


Por que conhecer esses riscos?


Conhecer esses riscos é fundamental para que você possa investir em ergonomia e assim prevenir doenças, evitar afastamentos e demais prejuízos decorrentes de uma doença ocupacional. Entre os principais prejuízos, então os maiores índices de absenteísmo e os gastos com médicos, afastamentos e até mesmo ações trabalhistas.


Falando em ergonomia, que tal conhecer os seus principais benefícios?


Se você gostou do assunto, aprofunde a sua leitura sobre a importância da ergonomia para o ambiente de trabalho.


Conhece alguém que precisa ler esse conteúdo? Compartilhe com a sua rede de amigos!


Fonte: https://blog.safesst.com.br/riscos-ergonomicos/


20 visualizações0 comentário