• Equipe Amplus

Segurança do trabalho no home office: quais as responsabilidades da empresa?



Desde que o home office se popularizou no país, uma das principais dúvidas dos empregadores é em relação à segurança do trabalho. Isso porque, como esse regime de trabalho se popularizou devido à pandemia, muitas empresas ainda não tiveram tempo de entender as regras e leis para o trabalho remoto.

Será que os trabalhadores em home office estão sujeitos às mesmas normas do trabalho presencial? Se sim, como a empresa manterá o colaborador saudável e protegido sem supervisionar o ambiente em que trabalha?

Existe uma série de ações que a sua empresa pode tomar para manter a segurança do trabalho no home office. Nós te apresentamos todas elas a seguir.

As responsabilidades da sua empresa para a segurança do trabalho no home office

1. Siga as exigências da CLT

Se você contratar um colaborador pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), então precisa seguir as disposições deste regime. Uma das principais exigências é em relação à Saúde e Segurança do Trabalho, que obriga a implementação de programas como o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO).

Tendo o PCMSO implementado, todos os trabalhadores precisam realizar os exames médicos ocupacionais, como o admissional, demissional, de mudança de função e de retorno ao trabalho. Isso vale tanto para os colaboradores que trabalham de forma presencial quanto os remotos.

2. Proporcione uma infraestrutura adequada

Mesmo com toda a equipe em home office, a sua empresa deve respeitar a Norma Regulamentadora 17 (NR 17), que trata sobre a ergonomia no trabalho.

Desse modo, se o local em que o profissional trabalha não for ergonomicamente apropriado, você tem a obrigação de fornecer todos os equipamentos, móveis e ferramentas necessários para proporcionar conforto e segurança ao trabalhador.

Para verificar a ergonomia do posto de trabalho, o colaborador pode enviar um relatório do ambiente ou então autorizar uma visita da sua companhia, permitindo a análise das condições de trabalho.

3. Ofereça treinamentos de segurança

Atualmente, tudo pode ser feito de maneira remota. Os treinamentos não são exceção. Pelos treinamentos de segurança, você fornece informações valiosas para a saúde e produtividade dos colaboradores.

A grande vantagem dessa ação é que, além de orientar seu time, você ainda estará de acordo com a Lei da Reforma Trabalhista (Lei 13.467/17), que trata sobre a maneira como o empregador deve instruir os empregados quanto às atitudes para evitar doenças e acidentes de trabalho.

Nesse tipo de treinamento, o colaborador precisa saber, por exemplo, como manter uma postura adequada, como evitar acidentes com eletrônicos e como posicionar corretamente os equipamentos.

4. Preze também pela saúde mental

Mesmo em casa, as pessoas também podem sofrer com estresse causado pelo trabalho. Além disso, como é um ambiente pessoal, existe o risco de haver conflitos familiares, irritabilidade, falta de concentração, entre outros problemas.

Quando não tratados adequadamente, esses problemas podem desencadear transtornos de ansiedade, depressão e até burnout.

Por isso, converse sobre saúde mental com os colaboradores, realizando palestras e reuniões a respeito do assunto. Convide psicólogos e profissionais da saúde para falar a respeito, oferecendo inclusive apoio para os profissionais que precisarem.

5. Acompanhe a rotina do time

Tendo em vista que o seu time está mais disperso, você precisa encontrar formas de acompanhar o dia a dia de cada profissional com eficiência. Uma das melhores maneiras de fazer isso é com reuniões e diálogos periódicos.

Com esses diálogos, é possível checar a conclusão de tarefas, realizar e receber feedbacks, entender os desafios dos colaboradores e conferir diversas informações relevantes.

6. Implemente ações para o bem-estar físico

Mesmo em casa, muitas pessoas não possuem tempo ou disponibilidade para realizar atividades físicas. Porém, se a sua empresa planejar um programa online, é possível engajar a equipe para sessões de exercícios físicos, como alongamento, meditação, ginástica laboral, entre outros. Dez minutos diários ou semanais já são o suficiente para manter a equipe fisicamente ativa.

Além disso, o bem-estar também pode ser trabalhado em momentos de descontração, como happy hours online ou reuniões de integração.

Não se esqueça: a saúde, a segurança e a qualidade do seu time devem ser sua prioridade! Com essas ações, você irá promover a segurança do trabalho no home office de toda a sua equipe, valorizando e motivando os colaboradores.

Para mais conteúdos relacionados à segurança no trabalho, acompanhe o nosso blog.

Você também pode se interessar por: 6 maneiras de fortalecer a cultura de segurança da sua empresa

26 visualizações0 comentário