• Equipe Amplus

Qual a relação entre a segurança do trabalho e a saúde mental?



Apesar de muitas vezes não priorizada, a saúde mental é um fator que deve ser tratado como responsabilidade do empregador. Inclusive, o cuidado com o emocional dos colaboradores deve estar dentro dos planejamentos de saúde e segurança do trabalho.


Isso porque, seja em um momento de pandemia ou de competitividade no mundo dos negócios, o acúmulo de obrigações e de pressões acaba aumentando. Essa pressão, para muitos, pode resultar em síndromes e problemas psicológicos, como estresse, ansiedade e depressão.


Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, os transtornos mentais acometem 30% dos trabalhadores no mundo, e estão entre as principais causas de absenteísmo.


Além de ser prejudicial para a saúde e qualidade de vida do trabalhador, os transtornos mentais também geram consequências para a empresa. Afinal, com a perda dos dias trabalhados, acontece uma queda da produtividade e um aumento dos gastos da empresa, seja por afastamentos ou pelo pagamento de benefícios, como a aposentadoria precoce.


Levando em consideração todos estes pontos, e sabendo que uma pessoa trabalha em média 8 horas por dia, você precisa saber como tratar a saúde mental na sua empresa.


Pensando nisso, preparamos este conteúdo especial, com informações sobre a relação entre a saúde e segurança do trabalho e o bem-estar emocional dos seus colaboradores. Siga a leitura e entenda mais sobre o tema


A relação e a importância entre a segurança do trabalho e a saúde mental


A saúde mental dos profissionais da sua empresa é essencial para que eles tenham um bom desempenho nas atividades diárias.


Porém, para que eles consigam manter as boas condições mentais, o ambiente em que eles estão influencia muito. Por exemplo, se o local de trabalho é repleto de ruídos, de interrupções e elementos que atrapalham a sua concentração, isso certamente interfere no seu rendimento.


Como consequência dessas dificuldades no cotidiano do colaborador, ele acaba trabalhando de maneira menos efetiva e produtiva. E aí se desencadeia diversos problemas, tais como:


  • Possibilidade de erros causados pelo cansaço mental e até mesmo pela fadiga física;

  • Risco de acidentes em decorrência da falta de atenção ou de disposição;

  • Altas chances de desenvolver doenças ocupacionais.


Evidentemente, essas são apenas algumas das questões que você precisa prevenir e evitar na sua empresa. Mas, para isso, entenda quais são as principais causas dos transtornos psicológicos que podem afetar os trabalhadores:


  • Sobrecarga de atividades diárias;

  • Exigências contraditórias ou exacerbadas;

  • Falta de clareza quanto às obrigações do trabalhador;

  • Falta de informação sobre as atividades ou comunicação ineficiente;

  • Alta incidência de horas extras ou horários de trabalho extensos;

  • Problemas nas relações interpessoais;

  • Falta de apoio da liderança ou dos colegas;

  • Humilhações, constrangimentos ou agressões no ambiente de trabalho;

  • Dificuldade em conciliar os compromissos laborais e familiares;

  • Ambiente de trabalho com pouca segurança e ergonomia;

  • Alta frequência de interrupções e distrações no trabalho.


Vale lembrar que cada caso é uma situação isolada, que precisa ser analisada com a ajuda de um profissional especializado, como psicólogo ou psiquiatra. Esse profissional, além de diagnosticar o transtorno do colaborador, também é capaz de conversar com ele para entender o que pode estar afetando sua saúde mental.


Porém, mais importante do que diagnosticar esses transtornos é diagnosticar os fatores internos da sua empresa que podem vir a desencadear problemas na saúde dos colaboradores. É por isso que a gestão dos processos e de pessoas é muito importante no ambiente de trabalho.


Com isso, você pode identificar gargalos na rotina dos profissionais e verificar se existem outros fatores que estão afetando o desempenho, o bem-estar e a produtividade deles. E, a partir disso, você irá investir na melhoria da qualidade de vida e no cuidado com a saúde mental ocupacional.


Por fim, como a segurança do trabalho contribui para o cuidado com a saúde mental?


Com base nas informações acima, você certamente percebeu que além de uma boa gestão organizacional, fatores como a segurança, a ergonomia e o clima no ambiente de trabalho também afetam a saúde mental do trabalhador.


Uma excelente maneira de prevenir esses problemas é, primeiramente, fazer uma análise ergonômica para identificar as condições do ambiente de trabalho. Isso é fundamental para oferecer mais conforto e qualidade de vida à sua equipe.


O segundo ponto é identificar riscos pré-existentes no local de trabalho, que podem facilitar acidentes ou doenças ocupacionais. Essa parte é muito importante, pois além de você atuar de maneira preventiva pela integridade física, vai demonstrar sua preocupação com o bem-estar dos profissionais e consequentemente contribuir para a saúde mental.


O terceiro ponto, e não menos importante, é envolver sua equipe em dinâmicas que tratem sobre a saúde e segurança no ambiente ocupacional. Podem ser programas ou palestras que, ao falar sobre saúde, devem abordar também a temática dos transtornos psicológicos e como todos os trabalhadores podem contribuir para a prevenção.


Engajar toda a equipe é fundamental! Além de contribuir para que eles conheçam sobre o assunto, também incentiva que eles cuidem mais do bem-estar do próximo e até identifiquem possíveis sinais de problemas de saúde mental.


E aí, entendeu a importância do assunto? Em suma, você precisa promover iniciativas que reduzam o estresse dos colaboradores, oferecer mais conforto e segurança e, é claro, estimular a comunicação.


Ainda que as questões mentais e emocionais variem de pessoa para pessoa, existem fatores externos que você pode controlar para promover um ambiente favorável à saúde mental.


Lembrando que adotar essas práticas contribui também na produtividade, na redução do absenteísmo e no aumento dos resultados da empresa.


Se você gostou do assunto, leia também o nosso artigo sobre Como prevenir a depressão no ambiente de trabalho.


Conhece alguém que precisa ler esse conteúdo? Compartilhe com a sua rede de amigos!


Fontes: Beecorp e Vittude


7 visualizações0 comentário